Fale conosco: (11) 2068-2800
25

Hermenêutica Libertadora

R$35,00

Hermenêutica Bíblica Libertadora : encontro entre católicos e pentecostais

Sinopse:

O presente livro é fruto da reflexão que coloca em diálogo duas teologias na América Latina e, especificamente, no Brasil: a teologia pentecostal e a teologia da libertação. A nossa contribuição nesse encontro entre as teologias não vem de quem teoriza de longe, mas de quem participa ativamente de perto do labor teológico de ambos os segmentos. Com origens e estruturas distintas, tais teologias apresentam algumas categorias em convergência. Dentre elas, destacamos três: o pobre, como protagonista do fazer teológico; a Bíblia, como fonte primária da reflexão de fé e, a libertação, como momento da práxis, isto é, da ação cristã refletida.
Temos aí os três eixos da nossa análise. Sem a pretensão de levar ao leitor uma palavra definitiva sobre o assunto, ansiamos propor algumas considerações sobre o diálogo entre as teologias pentecostal e da libertação, tendo o Brasil como referente nesta relação. Além da delimitação do contexto da nossa reflexão, concentraremos a nossa atenção na leitura e na interpretação da Bíblia junto ao pobre que emergem dessas teologias.
A pergunta fundamental que norteia o nosso trabalho é: A hermenêutica pentecostal e a hermenêutica da libertação são, de fato, projetos de leitura bíblica promovedoras de libertação?

Comparar
Categoria

Descrição do produto

Hermenêutica Bíblica Libertadora : Encontro entre católicos e pentecostais

Autor: Carlos Cunha

Formato ; 14×21 pág : 242 Preço: R$ 35,00

ISBN : 978-85-62877-59-9

Sinopse:

O presente livro é fruto da reflexão que coloca em diálogo duas teologias na América Latina e, especificamente, no Brasil: a teologia pentecostal e a teologia da libertação. A nossa contribuição nesse encontro entre as teologias não vem de quem teoriza de longe, mas de quem participa ativamente de perto do labor teológico de ambos os segmentos. Com origens e estruturas distintas, tais teologias apresentam algumas categorias em convergência. Dentre elas, destacamos três: o pobre, como protagonista do fazer teológico; a Bíblia, como fonte primária da reflexão de fé e, a libertação, como momento da práxis, isto é, da ação cristã refletida.
Temos aí os três eixos da nossa análise. Sem a pretensão de levar ao leitor uma palavra definitiva sobre o assunto, ansiamos propor algumas considerações sobre o diálogo entre as teologias pentecostal e da libertação, tendo o Brasil como referente nesta relação. Além da delimitação do contexto da nossa reflexão, concentraremos a nossa atenção na leitura e na interpretação da Bíblia junto ao pobre que emergem dessas teologias.
A pergunta fundamental que norteia o nosso trabalho é: A hermenêutica pentecostal e a hermenêutica da libertação são, de fato, projetos de leitura bíblica promovedoras de libertação?

Bio do autor : Carlos Cunha – Doutor em Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). Professor de Ecumenismo e Diálogo inter-religioso no Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA) e de Teologia Sistemática e Bíblica em entidades católicas e protestantes de Minas Gerais. Pesquisador do grupo de pesquisa Fé e Contemporaneidade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Hermenêutica Libertadora”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *